Monark Tropical

Monark Tropical 1980
Monark Tropical 1980

Olá pessoal, neste post vamos falar da bicicleta feminina adulta da Monark, a Tropical, além de suas antecessoras.

Bem, esta bicicleta feminina, assim como a masculina, têm uma história bem complexa e remonta até o final dos anos 50, se estendendo até os dias atuais, pois ainda continua em fabricação. Ou seja, é a Bicicleta mais antiga da Monark ainda em fabricação.

Monark Feminina Jubileu de Ouro 59
Monark Feminina Jubileu de Ouro 59

Tudo começou com a Jubileu de Ouro 59, que era uma edição comemorativa aos 50 anos da Monark – da Suécia. Ela vinha com aro grande, de 28″ e freio com sistema de varas (tipo Inglês).

Monark Feminina 1960
Monark Feminina 1960

Ao longo dos anos 60 continuou sendo fabricada, de maneira discreta, mas sempre fazendo parte do portfólio da Marca.

Monark feminina Copa 66 - Rei Pelé
Monark Garota Copa 66 – Rei Pelé

Como se pode constatar, a qualidade de construção e acabamento da Monark sempre foram de ponta.

Publicidade Monark Feminina sére Medalha de Ouro 68
Publicidade Monark Feminina série Medalha de Ouro 68

Nos anos 70, enfim, ganha um nome – e uma letra “M” de metal entre as barras, acompanhando a nova tendência da Marca, buscando elencar as séries os nomes para seus modelos, como fez com a Monareta e Barra Circular, criando assim a Monark Senhora – para fazer par com a também recém batizada Monark Homem.

Monark Senhora 1978
Monark Senhora 1978

Com este nome seguiu até 1979. Em 1980 passava a se chamar, em definitivo, de Monark Tropical.

Monark Tropical 1980
Monark Tropical 1980

E assim ela seguia durante os anos 80, com discretas mudanças.

Monark Tropical 1987
Monark Tropical 1987

No decorrer dos anos 90 ela perde o “M” do quadro, voltando ao seu estilo clássico (bem mais simpática), uma nova e suave curvatura da barra intermediária do quadro e ganhou novo sistema de freio (tipo ferradura).

Monark Tropical anos 90
Monark Tropical anos 90

Nesta época ela rivalizava com a Caloi Ceci, mas também com uma da família, a Monark Brisa.

Monark Brisa anos 90
Monark Brisa anos 90

Talvez a Monark entendesse à época que a Brisa e a Ceci, da Caloi, atendiam a uma faixa etária feminina mais jovem, ao passo que a Tropical as Senhoras (haja visto que já se chamou de Senhora).

Monark Tropical atual
Monark Tropical atual

O modelo abaixo dos anos 90 pertence a um dos Leitores do nosso Blog, Alesandro Garcia:

Monark Tropical do Alesandro Garcia
Monark Tropical do Alesandro Garcia

 

Monark Senior

Monark Senior - Catálogo Monark de 1984
Monark Senior – Catálogo Monark de 1984

Neste post vamos tentar trazer o máximo de informação desta bicicleta Monark dos anos 80, a Senior.

Bem, a história deste modelo é bem complexa, pois remonta os anos 60. De fato, seu desenho se assemelha muito ao da Monark Gran Prêmio 62 Olímpica juvenil, de aro 22″, como podemos ver na foto abaixo.

Monark Gran Prêmio Olímpica Juvenil, aro 22", de 1962
Monark Gran Prêmio Olímpica Juvenil, aro 22″, de 1962

Seu modelo de quadro, na configuração adulta, foi utilizado inicialmente em 1968, como modelo Masculino Medalha de Ouro 68:

Monark Masculina Medalha de Ouro 68
Monark Masculina Medalha de Ouro 68 com sistema de freio contra-pedal

E assim ela continuou, de forma discreta, no portfólio da Monark, como neste modelo Olé 70:

Monark Masculina Série Olé 70
Monark Masculina Série Olé 70

Nos anos 70 ela passa a se chamar de Monark Homem, enfatizando de fato tratar-se de um modelo masculino, como este da foto abaixo, de série especial 5 estrelas, de 1977:

Monark Homem Especial 5 estrelas 1977
Monark Homem Especial 5 estrelas 1977

Em 1980 a Monark novamente muda seu nome, agora chama-se Monark Homem II, mais que uma mudança, uma jogada publicitária, pois de fato pouca coisa mudava em relação ao modelo anterior:

Monark Homem II 1980
Monark Homem II 1980

À partir de 1982, seguindo a mudança estética que a Marca traria em seus modelos, muda novamente de nome, passando a ser conhecida por Monark Senior.

Monark Senior - Catálogo Monark de 1984
Monark Senior – Catálogo Monark de 1984

Provavelmente esta Bicicleta foi produzida até 1987, mas não temos como dizer com exatidão se, de fato, esta informação procede, devido as poucas informações encontradas.

CURIOSIDADES

As lanternas traseiras lançadas na série Copa 66, junto com a primeira Monareta, seguiram sendo utilizadas nesta bicicleta masculina, até 1981, conforme podemos ver abaixo:

Monark Homem II 1980
Monark Homem II 1980

Outro fato curioso era que seu quadro não era nenhuma exclusividade da Monark, pois tratava-se do mesmo já visto na Bicicleta Gallo, uma das pequenas notáveis que sucumbiram diante das poderosas Caloi e Monark nos anos 60:

Bicicleta masculina Gallo
Bicicleta masculina Gallo

Ficha Técnica:

Bicicleta Monark masculina Homem / Homem II / Senior

Aro 26″ x 1 1/2″ x 2″

Tração Monobloco

Sistema de freio com acionamento por varas de aço

Fabricada de 1968 até 1987 (circa)

 

Monareta Brasil de Ouro 73

Publicidade Monark Monareta de 1973
Publicidade Monark Monareta de 1973

Vamos falar neste post da Série Brasil de Ouro 73, da Monareta da Monark.

Bem, o fato mais importante deste ano é…o meu nascimento rs. Isso mesmo, sou da safra 1973.

Nesta época a Monark seguia sua bem sucedida linha de Monareta de garupa retangular (2ª geração), que embora ainda não despontasse da liderança no segmento, não fazia feio frente a Berlineta da Caloi.

Monareta Brasil de Ouro 73
Monareta Brasil de Ouro 73

Como de hábito, uma característica marcante da Monark a época era sempre a publicidade. Mantendo um enfoque na cultura jovem, sempre demonstrava que a Monareta se destinava mesmo aos jovens adultos, embora sua configuração também fosse passível de uso de crianças acima de 12 anos. Talvez o pensamento fosse justamente esse, os adolescentes viam os jovens adultos nas campanhas publicitárias e desejavam por esta razão, se passarem por mais velhos, daí a pediam de presente a seus pais. Uma bela e interessante jogada publicitária.

Publicidade Monark Monareta Dobramatic 73
Publicidade Monark Monareta Dobramatic 73

A Monark ainda se fazia valer do uso das Séries para suas linhas de produto para cada ano, como foi o caso desta Monareta, chamada de “Monareta Série Brasil de Ouro 73”.

Monareta Brasil de Ouro 73
Monareta Brasil de Ouro 73

A principal diferença em relação a Série Águia de Ouro 72 era com relação ao cobre-corrente, que abolia o formato arredondado por linhas retangulares, na cor predominante preta ou amarela.

 

Monareta Série Brasil de Ouro 73
Monareta Série Brasil de Ouro 73

Modelos desta época, como dos demais anos, são bem difíceis de se encontrar, de maneira original.

Jogo de adesivos da Série Brasil de Ouro 73
Jogo de adesivos da Série Brasil de Ouro 73

CURIOSIDADE

Neste ano a Monark também contava, no seu portfólio de produtos, da super desejada Monark Tigrão, inspirada na americana Swinn Sting Ray, com aro dianteiro na medida 16″ x 1,75″ e traseiro 20″ x 1,75″, além do selim tipo banana com Santo Antônio.

Monark Tigrão Brasil de Ouro 73
Monark Tigrão Brasil de Ouro 73
Ficha técnica
Ficha técnica

 

 

 

 

 

 

Linha Monark Olé 70

Publicidade Monark para a Linha Olé 70 - 1970
Publicidade Monark para a Linha Olé 70 – 1970

Neste post vamos falar da linha Monark Olé 70.

Na ocasião o país encontrava-se em festa, apesar do momento político, pois era tido como grande favorito ao Título da Copa do mundo, que seria realizada no México, que de fato ocorreu, com o esquadrão comandado pelo Rei Pelé.

A Monark da época era uma grande Empresa, ao lado da Caloi, e juntas monopolizaram por anos o mercado das Bicicletas. Com investimento maciço em publicidade, sempre buscava elencar seus modelos a motes publicitários bem elaborados, pescando tendências e fatos populares da época. Na linha de 1970 não foi diferente, sua linha de produtos era chamada de Olé 70.

Monark Monareta Série Olé 70 - 1ª Geração
Monark Monareta Série Olé 70 – 1ª Geração

Os modelos disponíveis eram: Monark Barra Circular, na 1ª Configuração de quadro, a Monareta também de 1ª geração, inclusive na versão portátil, a Monareta Tigre, espécie de Sting Ray nacional e a Monareta infantil chamada de Pepita.

Monark Barra Circular Olé 70
Monark Barra Circular Olé 70

Como de hábito a de se destacar a excelente qualidade de materiais empregados na confecção das peças e na qualidade de acabamento destes modelos.

Monark Monareta Tigre
Monark Monareta Tigre

CURIOSIDADE:

No final de 1970 a Monark faria um grande lançamento, trazendo ao público sua Monareta de 2ª geração, ainda como Série Olé 70.

Monareta 2ª Geração Olé 70 - Publicidade Monark para o Natal de 1970
Monareta 2ª Geração Olé 70 – Publicidade Monark para o Natal de 1970

Se modelos comuns são difíceis de se achar em bom estado de originalidade, modelos desta série e ano são quase impossíveis de se encontrar, preservando seu estado original. Particularmente Eu só vi uma vez um modelo deste, na cor verde, mas no final dos anos 70.

 

O nosso Blog das Monaretas !

a1824deac34b41b46971b4fe814bbcd1

Saudações amigos, Fãs das Monaretas!

Gostaria de lembrar a todos que este Blog tem por objetivo apenas trazer a história, as curiosidades e as versões das Monaretas, assim como as demais Bicicletas da Monark, onde procuramos trazer o máximo possível de conhecimento do passado brilhante da marca, embora não seja reconhecido pelo Fabricante, tão pouco a Própria Monark disponha de uma base de dados da sua própria história.

Esta é nossa missão, nosso objetivo, preservar a história desta marca que marcou a vida de muitas pessoas, ao longo destes quase 70 anos de fundação.

Vale também deixar claro que não temos e não visamos obter nenhum lucro com isso, assim como não somos proprietários de coleções e nem fazemos parte de nenhum grupo.

Se vocês tiverem dúvidas, críticas ou sugestões, teremos imenso prazer em receber seus comentários, e os responderemos o mais breve possível.

Um grande abraço à todos!

 

Renato

Monark barra dupla

Publicidade Monark de 1961
Publicidade Monark de 1961

No começo dos anos 60, a Monark adotava em suas bicicletas nomes específicos para cada ano, muito embora tratassem da mesma bicicleta. Neste post vamos falar um pouco do assunto, especificamente sobre a bicicleta masculina de barra dupla.

Publicidade Monark Gran premio 1962
Publicidade Monark Gran premio 1962

Esta simpática bicicleta masculina teve início em sua fabricação em 1961, sendo definida apenas como “Monark 61”, em 1962 passou a se chamar “Gran Prêmio 62”, em 1963 como “Panamericana 63” e em 1964 como “Brasiliana 64”.

Publicidade Monark 1963
Publicidade Monark 1963

A despeito da chamada publicitária de 62 “feita para você…com nova personalidade”, na verdade tratava-se da mesma bicicleta, onde o nome da série, com relação ao ano, que mudava.

Monark Brasiliana 64
Monark Brasiliana 64

Em 1965 sim, mudaria de fato, tanto de nome quanto de formato do quadro, embora continuasse duplo.

Monark BR65
Monark BR65

Mais tarde a Monark viria a diminuir esta “confusão” de modelos, embora preservasse as séries, com as Monaretas, à partir de 1967, onde havia o nome e a série correspondente ao ano (Monareta Medalha de ouro 68, 2001, Olé 70, etc).

Ficha técnica:

Bicicleta: Monark masculina de quadro com barra dupla

Fabricação: 1961 a 1964

Origem: Brasil

Freio: Sistema contra-pedal

Aro: 26″ x 1.1/2″ x 2″

Relação: 20 x 48 – Sistema Monobloco (Rolamento SKF)

 

Curiosidades

O conceito de “Barra dupla” seguiu até 1965, na série BR65 – Cujo quadro é o único do tipo, não se repetindo posteriormente. Em 1966, com o advento da Copa do mundo, foi lançada a série “Copa do Mundo 66 – Rei Pelé”, onde debutava a Barra circular, na sua 1ª configuração de quadro.

Publicidade Monark 1966
Publicidade Monark 1966

Uma curiosidade chama a atenção: Na publicidade do modelo de Gran Prêmio 1962 a Monark dizia que” Exija o ponto vermelho, que identifica a tração monobloco. Uma só peça forjada em aço, com Rolamentos SKF duplo dimensionados”, tratando-se claramente do conjunto motriz da caixa, no pé de vela. Mas em 1966, a publicidade dizia que Monobloco era o quadro: “Com quadro Monobloco, super reforçado”.

A primeira Monareta – 1967

Monark Monareta 1967
Monark Monareta 1967

No ano de 1967 o País ainda passava por um período de Regime Militar, mas a Monark não tomará conhecimento e lançava uma nova bicicleta, assim como inaugurava um segmento, com a Monareta de 1ª geração, também conhecida como Gemini, devido a sua versão desmontável.

Publicidade Monark de 1967
Publicidade Monark de 1967

Esta bicicleta, juntamente com a Caloi Berlineta, eram de um novo segmento de bicicletas, unissex, ou seja, se destinavam a pessoas de ambos os sexos, diferente de modelos anteriores, que possuíam versões masculinas e femininas, assim como a faixa etária a que se destinava, atendendo desde crianças com 12 anos até adultos com mais de 20.

Monareta 1ª geração, de 1967
Monareta 1ª geração, de 1967

Este modelo em especial trazia características que as diferenciavam de modelos de anos posteriores, como:

  • Freios do tipo Ferradura (Semelhantes aos da Berlineta)
  • Aros 18
  • Cobre-corrente de formato diferente
Monareta 1ª Geração, 1967
Monareta 1ª Geração, 1967

Talvez este seja o modelo mais difícil de se achar, considerando suas características originais, onde a maioria, ao longo dos anos, foram modificadas, sobretudo nos aros, sendo substituídos pelos de 20 polegadas.

Jogo de adesivos Monark Monareta 1967
Jogo de adesivos Monark Monareta 1967

 

Série 2001 – Monark de 1969

Publicidade Monark Série 2001, de 1969
Publicidade Monark Série 2001, de 1969

Já falamos anteriormente da Monareta de 1ª Geração, da Série 2001, mas agora vamos falar das demais bicicletas Monark desta Série, de 1969.

No ano anterior a Monark já havia feito um pesado investimento em publicidade, divulgando em diversas mídias da época, inclusive patrocinando um famoso festival de música, que contava com Cantores consagrados, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque, entre outros.  Neste ano não seria diferente. Aproveitando-se da corrida espacial entre URSS e EUA, da chegada do homem a Lua, assim como do lançamento do Filme “2001 – uma Odisseia no Espaço”, batizou sua linha de bicicletas de 1969 de “2001”.

Monark Barra circular Série 2001, de 1969
Monark Barra circular Série 2001, de 1969

Vale lembrar que Caloi e Monark reinavam soberanas na ocasião, onde boa parte das Fábricas de bicicletas encerraram suas atividades ou foram compradas – e posteriormente fechadas – por elas, devido a dificuldades ocasionadas pelo Regime Militar, instaurado no país em 1964.

Monark Monareta Série 2001, de 1969
Monark Monareta Série 2001, de 1969

Mas a qualidade na fabricação, assim como no acabamento, sempre se fizeram presentes na Monark, sobretudo nesta época. Continuava a gama de modelos de diversos segmentos, inclusive o nascimento de um novo tipo de bicicleta, inspirado na Sting Ray americana, a Monareta Tigre (Que mais tarde se chamaria de Monark Tigre).

Anúncio de época da Monark
Anúncio de época da Monark

Também fazia parte do portfólio a Monark Barra Circular, ainda na sua concepção de 1ª geração, que mais tarde, em 1972, sofreria as alterações que mais tarde a tornaria na bicicleta de maior sucesso da marca e líder de vendas.

Monark Barra circular Série 2001, de 1969
Monark Barra circular Série 2001, de 1969

A Monareta de 1ª geração, conhecida como Gemini (outro mote publicitário da corrida espacial, que fazia menção a cápsula da Missão Apolo) também se fazia presente, conforme já dissemos, um tipo ainda recente, pois havia sido lançada em 1967, inaugurando um segmento, juntamente com sua concorrente, a Caloi Berlineta.

Monareta Gemini Série 2001, de 1969
Monareta Gemini Série 2001, de 1969

Modelos desta Série são muito difíceis de se encontrar, sobretudo preservando suas características originais, como os modelos deste post.

 

Jogo de adesivos Monark, Série 2001, de 1969
Jogo de adesivos Monark, Série 2001, de 1969

 

Monareta Copa do Mundo 78

Monareta 3ª geração - Copa do mundo 1978
Monareta 3ª geração – Copa do mundo 1978

Vamos começar 2017 voltando no tempo (pra variar rs) trazendo a história por trás de mais um modelo de Monareta, do ano de 1978, em alusão a Copa do Mundo deste ano, realizada na Argentina.

Com relação a Copa vale dizer que foi cercada de polêmicas, haja vista o momento político dos nossos “Hermanos” na ocasião, que assim como nós viviam uma Ditadura, porém bem mais severa. Nossa Seleção, apesar de contar com craques do naipe de Zico, Dinamite, Rivellino, Edinho e Reinaldo, não faziam um belo papel, mas mesmo assim foi prejudicado por um dos maiores escândalos das Copas, onde a Argentina precisava vencer o Peru, que fazia uma boa participação até o momento, por uma diferença de 4 gols para se classificar, acabou goleando por 6 x 0!, provocando a eliminação do Brasil, mesmo sem ter perdido uma partida sequer!

Voltando a Monareta, neste ano a Monark abria mão da sua já habitual série especial de Copa do mundo, como fazia em outros anos, como a série Olé 70, por exemplo. Neste ano era simplesmente “78”, sem nenhuma alusão específica a Copa.

Monareta 3ª geração 1978
Monareta 3ª geração 1978

A exceção ficava por conta de um enfeite no para-lama dianteiro, que substituía o farolete plástico. Na traseira continuava o farolete plástico múltiplo, que era fixado no suporte da garupa.

Monareta 3ª geração 1978
Monareta 3ª geração 1978

Este modelo foi o primeiro da Monark a não contar mais com nome da série, como ocorria sempre, onde a Empresa adotava um nome específico para todos os seus produtos daquele ano, como as Séries Águia de Ouro ou Brasil de Ouro, por exemplo.

Monareta 3ª geração 1978
Monareta 3ª geração 1978

Achamos por bem trazer este exemplar, em especial, por tratar-se de um modelo preservado no que diz respeito as suas características originais, inclusive com seus adesivos íntegros. Esta bicicleta encontra-se à venda no Site Mercado Livre.

Adesivos Monark Monareta 78
Adesivos Monark Monareta 78

Modelos como este são extremamente raros de se achar, em suas condições originais, nos dias de hoje.

 

Monareta 1ª geração – Gemini

Monareta 1ª geração medalha de ouro 68
Monareta 1ª geração medalha de ouro 68

Talvez elas não sejam as mais cultuadas das Monaretas, talvez sejam consideradas muito “velhas” para muitos, mais não se pode negar, dentre todos os modelos esta geração é a mais charmosa.

Monareta 1ª geração Gemini Olé 70
Monareta 1ª geração Gemini Olé 70

O esmero e a qualidade do acabamento da Monark naquela época sempre foram destaques, assim como sua destacada qualidade estrutural, mas a elegância e a sutileza de suas linhas também merecem destaque, sobretudo neste modelo de bicicleta.

Monark 1ª geração Gemini Olé 70
Monark 1ª geração Gemini Olé 70

Afinal, este foi o modelo que inaugurou uma linha de bicicletas da marca, um tipo diferente para os padrões até aquele momento, que só encontrava referências na Caloi Berlineta, que também fazia sua estreia no segmento. Modelos para os mais jovens e adolescentes geralmente eram versões menores de modelos masculinos ou femininos, como a Monark BR65 mirim, com aro 22. Daí a diferença, este tipo de bicicleta era unissex, atendia bem ambos os sexos, de uma faixa etária dos 12 aos adultos acima de 20 anos.

Monareta 1ª geração Gemini Olé 70
Monareta 1ª geração Gemini Olé 70

Interessante dizer que o modelo Colombiano, por exemplo, embora tivesse o mesmo tipo de quadro, abolia a garupa, dando lugar ao Santo Antônio do selin banana – ou Mustang – fazendo a se parecer mais com as Sting Ray americanas, e por esta razão seu segmento era outro, mais voltadas para crianças até os 12 anos.

Monareta 1ª geração Gemini Olé 70
Monareta 1ª geração Gemini Olé 70

Está mais do que na hora de olharmos com mais carinho para estas Monaretas, precursoras de uma tendência, inovadoras num conceito e lindas por natureza.

Monareta 1ª geração
Monareta 1ª geração Gemini Olé 70