A história das bicicletas Göricke

Neste post vamos trazer a história de uma excelente bicicleta de origem alemã, a Göricke. 

A Göricke foi uma Fabricante alemã de bicicletas e motocicletas, produzindo desde 1874.

Com sede na Cidade de Bielefeld, a Göricke Werke fabricou bicicletas na Alemanha até os anos 1970, quando a marca foi vendida e passou a ser fabricada pela Empresa Pantherwerke A.G., sediada na Cidade de Löhne.

Em 1955 as bicicletas da marca, que até então eram importadas, começaram a ser produzidas no Brasil, na Cidade de São Paulo. A produção das Göricke nacionais duraram pouco, até 1967, quando a Marca foi adquirida pela Monark

Göricke modelo turismo, com freio traseiro “torpedo” (contra-pedal)

Eram bicicletas duráveis e resistentes, produzidas seguindo o padrão de qualidade alemão da época. Eram importados poucos componentes (como o cubo contra-pedal Renak), sendo a maior parte das peças produzidas no país, que na época já possuia diversos fabricantes.

A Göricke também produziu peças para diversas outras marcas nacionais, tais como: Henke, Sieger, Prosdócimo, Abul, Bérgamo, Wolf, Pátria, entre outras.

Curiosidade
Como dissemos, a Monark brasileira adquiriu a Göricke em 1967, sendo que na ocasião a produção na Fábrica não foi interrompida de imediato, onde foram feitas Bicicletas híbridas, com componentes Göricke e Monark, hoje extremamente raras, haja vista a pequena quantidade produzida.

Bicicleta Monark / Göricke – reparem no pé – de – vela característico das bicicletas Göricke

 As motocicletas Göricke


Entre os anos de 1903 e 1912 a Göricke começou a produção de motocicletas, com motores monocilíndricos e v-twin.

Em 1924 adquiriram a Marca Fábula, e passaram o produzir motos desta Fábrica. De 1927 a 1933 produziram motocicletas com motores Mag, com 346cc e 496cc, posteriormente também com motores Villierse e Blackburne.

Entre 1933 e 1939 mudaram o foco de negócio, passando a produzir apenas motocicletas mais rápidas, passando a investir mais no desenvolvimento de bicicletas.

De 1953 a 1960 voltou a produção de motos de menor cilindrada, com motores Sachs de 2 tempos, da Monark sueca, de 175cc.

Fonte: Wikipédia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s