História do Ciclismo Brasileiro

As primeiras bicicletas e biciclos surgiram na Europa, no final do século XIX e desembarcaram no Brasil pouco depois, pelas mãos de ricos do eixo Rio/São Paulo, assim como imigrantes Alemães que viviam em Curitiba e Porto Alegre.

Companhia de ciclistas do Batalhão Naval que abriu a parada militar realizada no dia 11 de junho de 1907, no Rio de Janeiro

Na primeira Olimpíada da era moderna, realizada em Atenas, 1896, o Ciclismo debutava como competição no mundo.

O primeiro Clube ou Agremiação voltado para o ciclismo no Brasil surgiu em Curitiba, em 1895, por Imigrantes alemães, sendo chamado de Clube de Ciclistas de Curitiba.

Ciclistas_clube_alemao_0601treze
Primeira agremiação ciclística do País, em Curitiba, 1895

Em 1896, foi inaugurado em São Paulo, a primeira pista de corridas ciclísticas do País, o Velódromo Paulista. Foi construído a pedido de Veridiana Valéria da Silva Prado, em sua chácara da Rua da Consolação. Foi projetado pelo Arquiteto Tomaz Gaudêncio Bezzi, se baseando no Velódromo Bufallo, de Paris.

Velódromo Paulista

Nesta mesma época ocorria na Praça da República, em São Paulo, uma espécie de escolinha de bicicletas, chamada de Circo de velocípedes, onde eram dadas aulas de bicicleta, assim como as alugavam para quem já sabia pedalar.

Inauguração da Fábrica da Caloi – 1948

Em 1898 era inaugurada a Casa Luiz Caloi e também realizada a primeira corrida em pista oficial no Velódromo Rio-Grandense, em Porto Alegre.

Em 1904 o Brasil teve o seu primeiro representante em uma competição internacional no esporte, era Antônio Prado Júnior, o Pradinho, neto de Veridiana Valéria, que participou do Campeonato mundial de Velódromo, realizado com o apoio de sua Avó, na Cidade de São Paulo, onde obteve o sexto lugar.

bicicletas_radfahrrer1

Em 1925 surgia a Federação Paulista de ciclismo, que promoveu diversas competições, com vários Clubes de prestígio da Cidade de São Paulo.

Em 9 de Julho de 1933 era disputada a primeira corrida da tradicional 9 de Julho, em São Paulo, em homenagem aos mortos na revolução Constituicionalista, ocorrida no Estado, em 1932, que contou com 536 Ciclistas e a presença de 50 mil espectadores.

Em 1936 o Brasil estreava na competição dos Jogos Olímpicos de Berlim, com os Atletas Ricardo Magnani, Dertônio Ferrer e Hermógenes Netto.

historia_ciclismo1

Em 1938, na Capital Gaúcha de Porto Alegre, foi disputado o primeiro Campeonato Brasileiro de Ciclismo. À partir dos anos 1930 outros Velódromos foram surgindo, como o Clube Brasil, o Ciclo Clube Ardanuy e o Bom Retiro.

monark

Em 1948 a Monark Brasileira era oficialmente registrada como Fábrica de Bicicletas, cuja qual era uma importadora da marca Sueca até então.

O esporte continuava ativo no País, após o término da 2ª Guerra mundial, mas só começou a ganhar projeção internacional na década de 1950, com Cláudio Rosa, que em 1952 venceu o Torneio Ciclístico Internacional, em Assunção, no Paraguai. Em 1954 Rosa voltaria a se destacar no cenário internacional, ao ganhar o Campeonato Americano de resistência.

Anésio Argenton

Anésio Argenton foi outro Atleta brasileiro que ganhou fama no Ciclismo, faturando as provas de velocidade e de quilômetro contra o relógio. E para coroar seu êxito, Argenon ganhou a medalha de ouro nos Jogos Panamericanos de Chicago, em 1959.
Após um longo hiato de mais de uma década o País voltava a participar de competições internacionais, nos Jogos Olímpicos de Munique, Alemanha, em 1972, na Prova de Estrada, com Luís Carlos Flores e Miguel Duarte.

Depois de ficar fora dos Jogos de 1976, Em Montreal, Canadá, o País aproveita o boicote das nações que dominavam o esporte para irem aos Jogos Olímpicos de Moscou, na antiga União Soviética e Los Angeles, EUA, em 1984, mas suas classificações foram ruins.

wanderley_magalhaes-lailson_duarte_IN2ENTF
O Goiano Wanderley Magalhães

Nos jogos Olímpicos de Seul, Coreia do Sul, em 1988, o resultado continuava ruim, ficando em último lugar na prova de perseguição por Equipes. O Atleta Cássio de Paiva foi o Vigésimo colocado na prova de Estrada. Ele também foi um dos poucos Ciclistas Brasileiros a ganhar uma Prova do Circuito Europeu, a Volta de Portugal.

Nos jogos que se seguiram, Barcelona, Espanha, em 1992 e Atlanta, EUA, em 1996, o panorama era o mesmo para o País nas Competições.

Nos Jogos de Sydney, Austrália, em 1992, os Brasileiros estiveram presentes nas Provas de Estrada (Masculino e feminino), e Montain Bike, esporte que debutava no país – surgiu em 1988 no Rio de Janeiro – mais nenhum deles terminou entre os 40 primeiros colocados.

ritchey_

Em Atenas, na Grécia, em 2004, o Brasil garantiu 5 vagas: Nas provas de Estrada Classificaram-se Luciano Pagliarini, Murilo Fischer e Márcio May (Equipe masculina) e Janildes Fernandes Silva (Equipe feminina). Já no Montain Bike Jaqueline Mourão conquistou a vaga ao ficar em oitava no Campeonato Mundial, realizado no Canadá, em 2003.

CURIOSIDADES

BMX

Uma importante categoria de Ciclismo chegou ao Brasil, em 1978, pelas mãos da Monark: O BMX.

16e54ef53632a9ebbe2a1bf635531820

No dia 3 de julho de 1978 Orlando Camacho foi convidado pela Monark para chefiar a primeira equipe de BMX Racing da América do Sul. Com grande experiência em competições de ciclismo e com vários títulos conquistados, Camacho convidou garotos do bairro da Mooca, em São Paulo, para participar da equipe.

Durante 7 meses o BMX foi divulgado no Estado de São Paulo em exibições feitas com rampas de madeira, em escolas e praças. A primeira delas foi no Guarujá, no litoral paulista, em agosto de 1978.

Montain Bike

Apesar de surgir no Rio de Janeiro, no Primeiro Montain Bike Cup Fazenda Hotel Jatahy, em 1988, o Montain bike se consolidou mesmo como categoria à partir de 1989, em Campos do Jordão, São Paulo, no Primeiro Cruiser das Montanhas de Campos do Jordão, através de JB e da Repórter Renata Falzoni, Competição essa que foi patrocinada pela Caloi, que disponibilizou para seus participantes 50 Bicicletas Cruiser Montana 5 marchas.

Digitalizar0005-220x300
Renata Falzoni

Posteriormente participaram da Copa Halls / Lâminas Schick, um dos pontos altos de 1989.

Renata Falzoni, uma Jornalista conceituada na época, foi uma das pessoas principais que contribuíram na divulgação e popularidade do Montain Bike no País.

Fonte: travinha.com.br, medalhabrasil.com.br e Wikipédia 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s