Dicas para regular sua Monark

img-secao-instrucoes

Tomamos a liberdade de consultar o Site da Monark e trazer aos amigos dicas para regulagem de diversas partes dos mais variados modelos da marca, que seguem abaixo:

Freios

Freios

Freio Side Pull: Com uma chave estrela 10 mm, regule a posição e altura das sapatas (4A) em relação ao aro, utilizando os parafusos laterais (4B). A seguir regule a distância das sapatas em relação ao aro em aproximadamente 2 mm, procedendo da seguinte forma: solte a porca do parafuso de fixação do cabo (4C) e puxe ou solte o cabo de aço com um alicate, até obter o ajuste necessário. Reaperte bem a porca. Para uma maior precisão nessa regulagem, utilize o parafuso de ajuste fino (4D), girando-o no sentido horário ou anti-horário até obter a referida distância ideal. Trave apertando a porca (4E).

Freios

Freio Inglês Dianteiro: Encaixe o garfo do freio dianteiro (Fig. 7A) nas guias (7B). A seguir encaixe as varetas do freio (7F) nas alavancas do guidão (7D). Utilizando chave estrela de 10 mm afrouxe as porcas intermediárias (7E), levante o guidão em aproximadamente 10 cm, acione a manete do freio até o fim do curso, centralize a vareta no furo da porca intermediária e solte a alavanca. Certifique-se que o guidão esteja na posição desejada e aperte o parafuso expander definitivamente. Ajuste a altura do garfo do freio dianteiro de modo que as sapatas (7C) fiquem à 2 mm do aro e reaperte as porcas intermediárias. Verifique a posição das sapatas em relação à superfície de frenagem do aro (7G), que deve ser centralizada. No modelo Tropical atente para que a vareta do freio seja encaixada no furo do suporte da cesta.

Freios

Freio Inglês Traseiro: O freio traseiro é montado na fábrica. Para a regulagem, solte a porca (9A), e puxe ou empurre o garfo do freio (9B), de acordo com a necessidade. Reaperte a porca. Para uma regulagem mais precisa, solte a contra-porca (9C) e gire a porca dentada de ajuste fino (9D), até obter a distância de 2 mm entre as sapatas e o aro. Reaperte bem a contra porca.
Freios

Freio Cantilever Dianteiro: Com as chaves allen 5mm e fixa de 10mm, regule a posição e altura das sapatas (Fig 9-A) em relação ao aro, utilizando os parafusos de regulagem (9B). Encaixe o terminal (9C) do cabo de acionamento dos cantilevers (9D) no conjunto da sapata direita (9E).
A seguir, regule a distância das sapatas em relação ao aro em aproximadamente 2mm, dessa forma: solte o parafuso de fixação do cabo (9F) com uma chave estrela de 8mm e puxe ou solte o cabo de aço com um alicate até obter o ajuste necessário. Reaperte-o bem.

Freios

Nos modelos equipados com parafusos de ajuste fino, localizado na manete esquerda (Fig-10A), essa regulagem pode ser ainda mais precisa, bastando girar o mesmo para um lado ou para o outro, até obter a referida distância ideal. Feito isto, aperte a porca (10B) manualmente para o travamento.

OBS: 1) O freio traseiro de sua bicicleta já vem montado. Para efetuar as regulagens, repita os procedimentos descritos para o freio dianteiro. 2) O parafuso de regulagem fina do freio cantilever traseiro está localizado na manete direita ou na parte superior do garfo traseiro. Exepcionalmente alguns modelos trazem ambas as disposições. 3) Caso a posição inicial do suporte do guidão seja alterada, regule novamente o freio dianteiro.

Manutenção Procedimentos

Corrente: limpe com querosene e lubrifique periodicamente com óleo fino (máquina de costura). Não utilize outros tipos de óleo ou graxa.

Pintura: Lave a bicicleta com uma mistura de água e querosene, enxague e seque bem. Não utilize solvente que possa atacar a pintura. Evite jatos de água. Quando utilizar sua Monark na praia,lave-a em seguida com água doce.

Cromados: Limpe com cera polidora. Porcas e Parafusos: Verifique e reaperte se necessário, exceto os de regulagens específicas, tais como do câmbio.

Câmbio/Descarrilhador: Periodicamente limpe com querosene e lubrifique o sistema com óleo fino, retirando o excesso. mantenha ajustadas as alavancas de câmbio.

Manutenção Procedimentos

Pneus: Ande sempre com os pneus calibrados. A pressão diminui normalmente em função da porosidade da câmara. Observe a pressão máxima recomendada para cada tipo de pneu, conforme tabela ao lado e acima.

Alguns procedimentos de manutenção mais sofisticados, demandam apurado conhecimento técnico, ferramentas específicas e experiência. Por isso, recomendamos que conduza sua bicicleta à uma oficina autorizada MONARK para a execução desses serviços, conforme os prazos indicados abaixo:

Manutenção Procedimento

Câmbio – Instruções de Utilização

Câmbio - Instruções de Utilização

O sistema de câmbio de sua bicicleta é formado por componentes de alta precisão e qualidade, resultando em dois conjuntos (dianteiro e traseiro) de avançado desenvolvimento técnico. As alavancas de comando estão posicionadas no guidão, sendo que a da direita aciona o câmbio traseiro, deslocando a corrente de um pinhão para outro, e a da esquerda aciona o câmbio dianteiro deslocando a corrente de uma roda dentada para outra. As rodas dentadas dianteiras têm direta relação com os multiplicadores traseiros. Isso significa que podem ser feitas diversas combinações entre eles, para que o avanço (em metros por pedalada) seja maior ou menor, e com maior ou menor esforço físico. O câmbio da bicicleta é previamente regulado na fábrica para que esses engates sejam precisos. Caso seja necessário a regulagem do câmbio, procure a Rede de Assistência Têcnica MONARK, conforme instruções dispostas na página Termo de Garantia deste manual.
Veja a seguir, como utilizar corretamente o câmbio de sua bicicleta.

Somente faça a mudança de marcha estando pedalando para frente e de forma gradual.

01 – Ao efetuar qualquer troca de marchas diminua o esforço empregado no pedalar, facilitando essa operação e protegendo os componentes de possíveis danos. Após o engate, volte a pedalar normalmente.

02 – Se você é iniciante mantenha o câmbio dianteiro na roda dentada do meio e pratique a troca do câmbio traseiro. Quando estiver bem treinado, passe então a utilizar plenamente o câmbio dianteiro.

03 – As marchas de redução, obtidas com o engate da corrente na roda dentada menor e pinhões traseiros maiores são indicados para terrenos acidentados e subidas, porque o esforço físico empregado em cada pedalada é menor.

04 – As marchas de avanço (mais metros por pedalada) obtidas com o engate na roda dentada maior e pinhões traseiros menores são indicadas para terrenos planos, onde a velocidade pode ser maior.

05 – Antes de iniciar subidas ou descidas, efetue a mudança para as marchas adequadas, evitando forçar desnecessariamente o conjunto.

06 – A performance do ciclista está diretamente associada ao seu peso, idade, resistência física e força. Deve-se começar sempre com marchas mais leves e gradativamente aumentar o esforço físico, empregando as marchas mais pesadas.

Para uma maior durabilidade do conjunto de câmbio, evite posicionar a corrente de forma cruzada, ou seja, engatada na roda dentada dianteira maior e pinhão traseiro maior; ou roda dentada dianteira menor e pinhão traseiro menor (vide figura 11.)

Partes de uma Bicicleta

Partes de uma Bicicleta

01. Quadro
02. Garfo dianteiro
03. Movimento de direção
04. Guidão
05. Suporte de guidão
06. Pedivela
07. Movimento central
08. Pedais
09. Freios (dianteiro/traseiro)
10. Pneus
11. Aros
12. Selim
13. Alavancas de câmbio
14. Descarrilhador dianteiro
15. Descarrilhador traseiro
16. Protetor de câmbio
17. Protetor de raios
18. Porca da abraçadeira do selim
19. Alavanca de freio
20. Canote do selim
21. Corrente
22. Rodas dentadas
23. Blocagem rápida da roda

A ilustração acima possue carater genérico exclusivamente demonstrativo. Portanto, os componentes mencionados não são comuns a todo tipo de bicicleta. Os itens bagageiro, pára-lama e cesta frontal são componentes das bicicletas (BARRA CIRCULAR, TROPICAL e BRISA).

Guidão

Guidão

Guidão BMX: Utilizando chave allen, 5 mm, retire os 4 parafusos (2A)(Fig. 2) do tampo superior (2B) do suporte do guidão. Coloque a parte central do guidão na base (2C) do suporte, encontre a posição ideal, recoloque o tampo superior e os parafusos e aperte bem. A seguir, utilizando chave estrela 13 mm desaperte o parafuso expander em aproximadamente 1 cm (2D), regule a altura e reaperte bem.

Guidão

Demais modelos: Utilizando chave allen 6 mm (LINHA MOUNTAIN BIKE) ou chave estrela 13 mm (BARRA CIRCULAR, TROPICAL e BRISA) desaperte o parafuso expander (3A) em aproximadamente 1 cm, girando-o no sentido anti-horário. Introduza o conjunto do guidão no cabeçote do quadro (3B) alinhando-o em relação ao garfo, regule a posição (altura e inclinação) do guidão e reaperte bem o parafuso expander.

ATENÇÃO: Para sua segurança, nunca ultrapasse a altura máxima do suporte do guidão, determinada pela marca no canote (3C).

Nomenclatura Técnica

Nomenclatura Técnica

Pedais e Rodinhas laterais

Pedais e Rodinhas laterais

Pedais: Os pedais de sua MONARK vêm desmontados para maior segurança no transporte. Para colocá-los em posição de uso (Fig.10), é necessário diferenciar o esquerdo do direito, já que a montagem incorreta poderá danificar as roscas do pedivela e do pedal. Observe:

Pedais e Rodinhas laterais

Pedal direito: (Fig. 11) “R”: Deve ser colocado no lado da roda dentada e da corrente. Para introduzí-lo no pedivela gire a rosca no sentido horário e aperte bem, com o auxílio de uma chave fixa de 15 mm.

Pedais e Rodinhas laterais

Pedal esquerdo: (Fig. 12) ”L”: Deve ser colocado no lado sem roda dentada. Para introduzí-lo no pedivela, gire a rosca no sentido anti-horário e aperte bem, com o auxílio de uma chave fixa de 15 mm.

Pedais e Rodinhas laterais

Rodinhas laterais: Os modelos infantis (aro 16) são equipados com o acessório rodinhas de apoio lateral. Para a montagem de cada rodinha lateral proceda da seguinte forma: Retire o protetor plástico (13A) e utilizando chave estrela de 15 mm retire também a porca (13B) e a arruela de fixação (13C) da roda traseira. Introduza inicialmente a arruela dentada (13D) no eixo da roda traseira (13E), encaixando o dente de travamento na ponteira do garfo traseiro (13F); a seguir introduza também o suporte da rodinha lateral (13G), recoloque a arruela e a porca de fixação e reaperte bem. Encaixe o protetor.

Selim

Selim

Encaixe o canote na abraçadeira da base do selim e aperte bem a porca (Fig.1A). Coloque o selim montado no tubo central (1B), efetue prévia regulagem da altura e utilizando chave estrela 14 mm, aperte a porca da abraçadeira (1C), girando-a no sentido horário.
Selim

Nos modelos equipados com sistema de blocagem rápida (Fig. 2), a operação de fixação do selim é totalmente manual. Com a alavanca da blocagem na posição aberta (OPEN), basta reter com uma das mãos a porca de ajuste (2A) e com a outra girar a alavanca (2B) no sentido horário, até obter o aperto adequado. Em seguida vire a alavanca em direção ao quadro para o travamento (leia mais sobre blocagem no capítulo blocagem rápida das rodas). Nos selins com regulagem horizontal, utilizando chave estrela 13 mm afrouxe a porca (2C), nivele na posição desejada e reaperte-o.

ATENÇÃO: Para sua segurança, nunca ultrapasse a altura máxima do selim, determinada pela marca gravada no canote (1E).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s