História da Monark

Publicado: 12 de março de 2011 em Sem categoria

A História da Monark é um caso meio complicado de se falar, pois a Empresa não dispõem em seu site informações sobre sua história ! O que temos é um breve relato no Wikipedia da mesma, vamos a ele:

Em 1948, a Monark instalou-se no bairro de Bela Vista, em São Paulo. De importadora e montadora, a empresa passou a ser fabricante de bicicletas. Foi adquirindo novas áreas, até que em 1951 estabeleceu-se em definitivo na Chácara Santo Antônio, também em São Paulo. Foi por muito tempo rival da Caloi, porém foi perdendo mercado e hoje ocupa um papel no mercado nacional de bicicletas muito menor que ocupava nas décadas de 60 e 70. Nos anos 1980, chegou a vender 2 milhões de bicicletas por ano e chegou a empregar 10 mil pessoas.

Por motivos desconhecidos, fechou duas fábricas, em Manaus e em São Paulo, entre 20062008, transferindo sua produção paraIndaiatuba.Quando fechou a fábrica de Manaus, na carta aos funcionários a empresa disse que “preferia fechar a fábrica a fazer uma bicicleta ruim como as importadas da China“. Aproveitando o espaço deixado por ela, uma nova concorrente começou destacar-se no mercado a partir do início dos anos 2000, a Sundown.

Barra Circular


Sem dúvidas, um dos grandes sucessos da Monark foi a Barra Circular. E para contar um pouco de sua história pesquisamos no Site ” Escola de Bicicleta ” e trazemos aqui:

1960 – O fenômeno da Monark Barra Circular
O começo dos anos 60 se faz com mais de 30 marcas de bicicletas sendo produzidas no Brasil. A grande maioria fabricava modelos em vários tamanhos, geralmente 28, 26, 24, 22 e 20, em polegadas e referente ao tamanho da roda. Com o mercado de bicicletas em crise a necessidade de padronização para diminuir custos é a saída para evitar fechar as portas. A grande maioria das bicicletas adultas, já no final da década de 60, passa a ser produzida com rodas 26 ½.

É difícil encontrar referências para entender o que levou a criação do desenho do quadro da Monark Barra Circular. Antes dela havia no mercado uma série de quadros com reforços no triângulo principal do quadro, geralmente barras que ligavam o tubo de selim com a frente da bicicleta. Podia ser um segundo tubo superior, com os dois em paralelo, ou um “J” que nascia no tubo inferior pouco atrás da caixa de direção e terminava no tubo de selim. Havia até a referência das Schwinn com seus dois tubos de reforço em semi-círculo saindo da parte baixa da caixa de direção, passando pelo meio do tubo superior e terminando nas forquilhas traseiras. Mas tudo indica que nunca se havia feito um quadro com um reforço circular dentro do triângulo central.

O mais interessante é que a primeira Barra Circular a ser colocada no mercado tinha rodas 28, bem maiores que as 26 ½ que se tornariam padrão. O fato talvez explique o porque do tubo superior sair da caixa de direção para baixo para só depois ficar paralelo ao chão. É uma forma de diminuir a altura do quadro e acomodar uma população com altura média baixa, como a do norte e nordeste onde o modelo virou um fenômeno de vendas.
O desenho da traseira, com as duas forquilhas em peça única que começam quase no meio do tubo superior, abrem-se no tubo de selim para formar um pequeno triângulo, continuam na traseira em paralelo ao chão para criar um suporte para o bagageiro, descem para fazer uma suave curva nas gancheiras e terminam na caixa de movimento central. O bagageiro acaba tendo uma área de apoio superior maior que os convencionais.
Se o projeto não tem referências, não resta dúvidas que ele tem um fluidez que chega a ser agradável e um estilo algo futurista para a época. É completamente diferente do que se fabricava até então, quando o desenho do quadro normalmente tinha linhas retas, formas práticas, reconhecidamente resistentes, e que eram produzidas com o mínimo de desperdício de material.
A Monark Barra Circular foge da tradição e entra no mercado para fazer história. Mesmo uma marca com a força que a Monark tinha então só tem sucesso se seu produto cai no gosto público e a Barra Circular foi um sucesso total.

O interessante é que a qualidade das bicicletas produzidas no Brasil até então era boa. Havia uma cultura sobre as bicicletas bem estabelecida, pelo menos aqui no sul e sudeste do país. Quase não faz sentido sair das leves e eficientes bicicletas com quadro tradicional para cair num quadro cheio de tubos, detalhes e mais pesado. A alegação normal de seus usuários é que a Barra Circular é mais robusta, resistente que as outras.

A Caloi tenta conseguir morder um espaço deste novo mercado e a princípio lança a Barra Dupla, um modelo claramente inspirado na Schwinn. Alguns anos depois lança a linha Barra Forte que foi mudando o desenho do quadro, mas nunca chegou perto do impressionante número de venda da Barra Circular. No início dos anos 80 a Caloi lança uma linha nova, com um desenho de quadro em que as forquilhas tem uma continuidade que ultrapassa o tubo de selim e continua até quase a caixa de direção, formando assim um selim, ou banco, sobre o tubo superior. O desenho da bicicleta é muito suave e fluido, mas o desenho não faz sucesso esperado e seu custo de produção é alto, e já no ano seguinte ela começa a ser modificada. Irá surgir a última geração de Barra Forte com “banco” sobre o tubo superior. Logo será apresentada ao mercado a Caloi Barra C, quase uma cópia da Barra Circular.
O poder de mercado da Monark Barra Circular só irá diminuir no meio dos anos 90 quando o conceito mountain bike começa afetar até o mercado de bicicletas para trabalhadores.

Bicicletas fabricadas pela Monark no Brasil

Vamos tentar trazer aqui todos os modelos de bicicletas Monark fabricadas no Brasil:

- Barra Circular

- Monareta

- Monareta Kross e Kross II

- Monareta Jet Black

- Monareta Tanden

- Gemini

- Olé 70

- Jubileu de Ouro 58

- Brasil de Ouro

- Gran Prêmio 62

- Brasiliana

- Centauro

- Galáxia

- Águia Imperial

- Copa do Mundo 66

- Copa Pelé

- Positron 10

- Super 10

- Crescent 10

- Junior 5

- Fofita

- Monareta mirim

- Tigrão

- Bmx

- Bmx Pantera

- Bmx tanque e turbo

- Trunfo Cross

- Feminina

- Princesa

- Ipanema

- Ipaneminha

- Brisa

- Tropical

About these ads
comentários
  1. otoniel monteiro disse:

    Gostei das informações prestadas mas gostaria que voces enviasem fotos das mesmas citadas. Comprei recentemente um barra circular usada e não sei ao certo o ano, só sei que é antiga e para recupera-la e coprar os adesivos correto preciso saber exatemante o ano da mesma, só sei que estar entre os anos de 66 à 70. Então como posso identificar a minha barra circular? Por favor me ajude Ok?

    • rvivorio disse:

      Olha, fotos Eu não tenho. A própria Monark não possui um catálogo de suas bicicletas. Uma dica que Eu posso dar a você é tentar raspar a pintura antiga dela, de modo que consigna identificar a pintura original e seus decalques. Uma vez identificado o modelo você pode ir ao Site Mercado livre, onde existem muitos modelos antigos à venda, assim como decalques originais.

  2. Antônio Vargas disse:

    Gostei da iniciativa , eu estava mesmo procurando informaçoes sobre essa marca de bicicletas , é uma das que mais gosto.Já tentei contato com a fabrica, não obtive res-
    posta . Peço a voçê ou equipe que elabore uma lista de modelos fabricados e as respectivas fotos com detalhes,principalmente o ano de fabricação. É que possuo algumas e pretendo restaura-las. Se for possível ,assim ,outras pessoas também poderão
    conhecer melhor a boa MONARK.

    • rvivorio disse:

      Antônio, Também já tentei informações com a Fábrica e, acredite se quiser, eles não tem nada sobre suas bicicletas. Só me enviaram uma foto de uma barra circular do novo modelo. Vou aos poucos buscar mais fotos dos modelos Monark já fabricados no Brasil e posto aqui.

  3. Lila disse:

    Comprei uma fofita pra reformar pros meus sobrinhos. Queria muito saber em qual década as fofitas foram fabricadas.

  4. Roberto disse:

    comprei uma monareta tropical ano 1979 cor azul gostaria de saber se tem fotos desta bicicleta para que eu possa restaurar a minha nos padrões originais. meu email é betopiacere@hotmail.com. Se tiver algum lugar que vende peças que não o mercado livre favor informar-me. Valeu!

  5. ISIDIO disse:

    GOSTEI MUITO DE SUA APRESENTAÇÃO EU SOU APAIXONADO POR MONAK. MAIS AGRANDE DIFILCUDADE NA HORA DE RESTAURAR E DESCOBRIR O ANO EXATO. SERA QUE VC PODERIA ME AJUDAR COM FOTOS OARA MELHOR IDENTIFICAR.

  6. Carlos disse:

    alguém poderia me ajudar a identificar essa bicicleta?

    • rvivorio disse:

      Oi Carlos, pode até ser que Eu esteja enganado mais acredito se tratar de uma Monark 10 modificada, pois o garfo é de Montain bike e o semi-círculo parece ser da barra circular, que foi cortado para se ajustar para aquela posição.

    • Ricardo disse:

      Esta bicicleta é bem diferente mas não é a Barra Circular. O aro da é muito grosso para ser da Barrra e além disso os tubos que seguram a roda vão até o cano do selim apenas enquanto a barra circular passa por ele e termina no cano superior que vai do selin até o guidão. Por isso a Barra Circular tem uma peça de acabamento no cano superior. Garanto com quase 100% de certeza que não é barra circular. Se alguém discordar comente abaixo.

  7. Osvaldo Pinheiro da Silva disse:

    Amigo, que tipo de Monark é esta de cano duplo?

  8. Boas amigo, tenho uma monareta mirim tropical, e não sei precisar de que ano poderia ser, sera que existe um catalogo ou alguém que poderia me fornecer esses dados, meu e mail e carlos_batista_jus@hotmail.com, parabéns pelo blog e um dos poucos que tem algo interessante sobre as monarks.

  9. Leandro Mesquita disse:

    No site da Monark, tem um catálogo antigo digitalizado para download, aonde são mostradas propagandas das bicicletas antigas da monark, como a BMX super, BMX pantera, barra circular, etc…

  10. Arthur Alexandre Ribeiro disse:

    boa noite gostei do site.quando era moleque,tive uma junior 5 vinho,poderia me informar onde poderia achar fotos deste modelo ,obrigado

    • rvivorio disse:

      Oi, você se refere a Monark 5, uma irmã menor da Monark 10 ? Olha, a muito tempo não vejo este modelo. Talvez você consiga foto de alguma que esteja a venda no Mercado livre. Grande abraço.

  11. elias martins. disse:

    ola tenho varias monark,s e estou com uma deficuldade enorme em conseguir os adesivos da Monark Sentauro preciso da ajuda de voces ,obrigado .

  12. daniel disse:

    Acabei de comprar uma morane
    ta centauro vc sabe me dizer o ano dela a pintura ate que nao esta feia so que os adesivos bem apagados

    • rvivorio disse:

      Daniel, devido a este modelo ser fabricado entre meados dos anos 70, sugiro que você tente descobrir, através dos adesivos, o ano da sua pois, era comum nesta época e até meados dos anos 80, as Monark virem registradas nestes decalques o ano de seu modelo. Grande abraço.

  13. andre tavares disse:

    olá recentemente vi um anuncio de um par de rodas tipo nylon (ESTRELA) porém de ferro fundido sendo informado que pertecia a uma bmx monark alguém conheceu esse modelo?

  14. GOSTEI MUITO DA HISTÓRIA DA BIKE MONARK… TRES DELAS EU DI UMAS MODIFICADA EM UMA DELASV FICOU SHOW D+++
    HOGE EM DIA MUDOU MUITO OS ESTILOS DAS BIK….

  15. MONARK; nota 10;.;EU GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE AS BICICLETAS MONARK;.,.

  16. NO COMENTARIO ANTERIOR COMENTEI QUE A ( MONARK ) E NOTA, 10 ; SIM E MAIS DE 10 POR QUE ? A MONARK TEM QUALIDADE .;,.;.;; E ISO QUE AS BICICLETAS DA CHINA NAÕ TEM QUALIDADE E NAÕ TEM MESMO ; DIGO ISO POR QUE? EU TRABALHO COM BICICLETAS A MAIS DE 20 ANOS , E A BICICLETA ( MONARK ) SEMPRE FOI A MELIOR DE SE TRABALHAR. E JA TIVE 5 BICICLETAS MONARK BARA CIRCULAR SO TO COM 2 BIKE MONARK ,. POR QUE AS PEÇAS DE REPOSIÇAÕ SAÕ MAIS DIFISEL DE SE CONSEGIR;.., COM ESTAS MUNTUERAS DE MERCADORIAS CHINEZAS SEN QUALIDADE .

  17. Vc poderia identificar os anos de fabricaçao de cada uma? Eu estou com uma que parece ser a brasil de ouro , mas como nao sei com identificar para comprar os adesivos. Seria legal falar de que ano foi fabricada tal ediçao. Obrigada Pelo blog, esta me ajudando muito na restauraçao da minha. Bjos

  18. franck junior disse:

    a monark nao respeita os amantes nem colecionadores dela;fico desapontado da mesma nao relançar as bicicletas que fizeram parte de tantas pessoas,que usavam suas bicicletas para se locomover se para o trabalho ou para passear ou fazer manobras radicais com as bravas bmx.o desing da tigrao e as monretas.

  19. Ricardo disse:

    Não sei quanto ao resto do Brasil, mas aqui no Rio Grande do Sul é difícil encontrar Monark para vender. Procurei no site da Monark e indicaram poucas lojas. Uma das lojas tinha em dois endereços. O primeiro tinha fechado e aberto uma loja que não vendia Monark. O outro endereço a vendedora nem conhecia a marca, falei com um outro vendedor e ele falou que só tinha uma em estoque.

  20. vladimir brandt disse:

    BOA TARDE!

    SOU REPRESENTANTE COMERCIAL NO RIO GRANDE DO SUL, ATENDO MAIS 2000 LOJAS.

    COMO AJUDAR A MONARK VOLTAR SER OQ ERA?

    VLADIMIR BRANDT ( O TIO SAN )

    • rvivorio disse:

      Acho que a Monark esta próximo de fechar as portas pois me parece estar estagnada, paraada no tempo. Uma pena.

      • franck junior disse:

        ainda acho que a monark deveria ousar em relançar algumas bikes retro pra ver sua ceitaçao de mercado ,seria um novo seguimento uma aposta que com certeza daria certo. vc compraria que bike na loja uma atual ou uma que proporciona prazer e recordacoes unicas de um passado nao tao distante de um passado muito prazeiroso para os amantes das verdadeiras bikes

      • rvivorio disse:

        Concordo com você, seria uma grande idéia, embora ache que os jovens não iriam gostar.

      • Ricardo disse:

        Não esqueçam que a moda agora é o retro. Provavelmente iria fazer sucesso sim. O que seria legal é lançar alguma moderna (de alumínio por exemplo) com estilo antigo. Por exemplo lançar uma Barra Circular de alumínio com marchas e freio a disco. E fazer propaganda em sites tipo youtube ou facebook. Seria um grande sucesso mesmo entre os jovens.

  21. Cláudio Andrino Fanaya disse:

    Parabéns pela iniciativa! Eu tenho 57 anos e no final de 60 e início de 70 um amigo emprestou-me uma Monark de corrida, acho que com 3 ou 5 marchas. Ela era amarela e com detalhes em preto. Parece-me que o banco lembrava uma pele de onça ou coisa parecida. Não consigo lembrar o modelo. Posso até estar enganado com a marca… quem sabe era Caloi… Na Av. Ganzo em Porto Alegre, RS eu estava exibindo-me para umas meninas (eu deveria ter uns 15 anos) e caí num buraco com a bicicleta. Tive que fazer cirurgia na boca. Se voce puder enviar-me qualquer informação a respeito do que falei, por favor. Agradeço desde já. Um abraço!

  22. Giovane disse:

    Amigo, vc tem algumas informações sobre a Monark Alvorada, pois adquiri uma e nao achei sequer uma foto no google. Se puder me ajudar, agradeço.

    • wais disse:

      tambem adquiri uma totalmente original,mas nao consigo descobrir o ano de fabricacao e nem fotos na internet

      • wais disse:

        adquiri uma monark alvorada totalmente original gostaria de descobrir o ano de fabricacao ou alguma informacao sobre ela pois ate entao desconhecia este modelo

  23. Georlan Paiva disse:

    Amigo na relação de bicicleatas acima faltaram a Monark BR65 e a monareta 2001.

  24. venicio disse:

    tenho uma barra circular e qero saber o ano no quadro tem esse numero:F057918 PODEM ME AJUDAR

  25. DEJAMIR L C LIMANA disse:

    a monark tem que voltar ao mercado com força total , para espulsar estas pocarias de mercadorias
    chinesas , que estão contaminando o BRASIL.

  26. wais disse:

    pessoal adquiri uma monark alvorada zerada ate os pneus sao originais ;alguem poderia me informar seu aano de fabricacao?

  27. Dirnei disse:

    comprei para restaurar um quadro da monark feminino, aquele com um M vistoso, e pelo que eu sabia, foi fabricado antes da monark ipanema, que já é dos anos 70, então essa do M, foi fabricada quando e qual é o seu nome pois ja ouvi que é (senhora)? obrigado dirnei

  28. Djacy Lima disse:

    Eu tenho uma Monark cano duplo jubileu de ouro. Os canos de cima são paralelos e retos, sem curvas. Parece com a brasiliana, mas esta tem uma curva no cano de baixo. Queria saber se foi a primeira cano duplo fabricada pela monark ou se é uma das primeiras fabricadas no Brasil, precisamente no Estado de São Paulo . Se alguem puder explicar a origem e datação desta bicicleta eu agradeço, porque não vi em canto nenhum. Aliás muitas informações desencontradas . Abraço djacy Lima, João Pessoa, Paraíba, Brasil .

  29. Alberto Menezes disse:

    Tive uma Monaretta Dobramatic da Monark, foi minha primeira bicicleta e além de dobrar o quadro também se fazia-se com o guidão, e você não colocou ela entre os modelos da monark, tenho saudades dela senão me engano tenho fotos com ela.

    • rvivorio disse:

      Valeu Alberto, manda fotos dela. Abs.

    • Djacy Lima disse:

      Caro Rvivório, informaram-me, pela experiência de quem trabalha no ramo há décadas,o senhor Antonio Beppler, comerciante de Joenville, que minha Monark na verdade é uma sueca, montada no Brasil pelo senhor Hermes Macedo, um vendedor e distribuidor antigo, cuja bicicleta foi batizada com o seu nome Monark HM. Portanto é uma sueca, uma das últimas montadas no Brasil, após a taxação das importações, com o advento da mega estatal brasileira, Companhia Siderúrgica Nacional. Após a taxação das importações, no começo da década de 50, foi que apareceu as bicicletas nacionais, mais modernas e melhoradas, como Mercswiss, Gulliver, Prosdócimo, e tantas outras que integram a história do ciclismo no Brasil . Um abraço, Djacy Lima, João Pessoa, Paraíba, Brasil .

  30. Mateus Guimarães disse:

    Olá!!! Amigo eu possuo uma Monark Homem Especial, queria ter mais informações sobre este modelo. As fotos que encontro na internet é com o freio contra pedal e o modelo que eu tenho é freio comum original. Quanto vale essa bicicleta? Está toda original e conservada. Abraço

  31. Christiano disse:

    Estou com uma Monark barra circular e gostaria de saber o ano de fabricação, será que pelo número que se encontra na abraçadeira do selim eu consigo?A197050

  32. Hola. Estoy buscando la foto de mi bicicleta Monark de niño que llamábamos semi-carreras con la que fui campeón de ciclismo en mi colegio (años 1957 y 1958). Tenía 3 cambios únicamente y un solo plato. Si alguien me puede ayudar le quedaré agradecido pues quiero hacer una pintura de la misma. Gracias a quien se interese.

  33. Geraldo Abreu Filho disse:

    Amigos,se as. Atracas não foram trocadas,o ano esta estampado nelas.

  34. dirnei disse:

    …olá, gostaria de saber por que nínguem da mídia sobre bicicletas, nunca menciona, como produto de fabricação da monark, o modelo (monark senhora, aquela com o m destacado no quadro).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s